quinta-feira, 30 de outubro de 2008

"Quem brincava de princesa acostumou na fantasia..."


Queria ser tudo que um dia pensei ser mas não pude, ou porque mudaram a direção dos ventos, ou porque ajustei as velas pra outro rumo.
Eu que nunca voei de balão, nunca morei em um trailer e acordei cada dia em uma cidade diferente, nunca fiz nado sincronizado, nem andei de camelo.
Ainda não voei de asa delta, não conheço o fundo do mar e não fiz minha tatuagem.
Ah e nem pensar em ser astronauta, isso não dá futuro minha filha!!
Mas já comi fruta no pé, já fui bailarina, nadei em alto mar, pulei de 20 metros na cachoeira, pesquei lambari, tentei surfar, viajei sozinha, andei a cavalo, acampei numa praia deserta, dei risada até doer a barriga, contei estrelas cadentes, conheci pessoas incríveis e aprendi muito com elas, visitei lugares maravilhosos que nunca vou esquecer, já amei demais e achei que morreria, já voltei a amar e ainda não morri, já joguei capoeira, já gritei até perder a voz, já sambei até amanhecer e quando o carnaval chegar...
Vou brincar de colombina, vai ter muita serpentina, pra pular o carnaval...

3 comentários:

Raphael disse...

Lindo linda!
Sua pureza é linda!

Fernanda Conrado disse...

O crescer é duro, corrosivo, invasivo... mas o permanecer sonhador é fundamental...ameniza a corrosão e diminiu a distância da ingenuidade

viacimabue27 disse...

você é muito especial minha linda, que beleza... beleza pura! puríssima!